EnCURTAndo Nelson

Por: Natália Löff

O desejo de fazer as obras do autor brasileiro Nelson Rodrigues virarem cinema, levou o diretor Jorge Farjalla a criar um projeto chamado “Encurtando Nelson”. Um projeto que reúne as 12 principais obras literárias de Nelson em curtas alternativos que estão sendo gravados desde o ano passado e vão ser concluídos até o final de 2011.

Diretor do projeto e dos curtas Jorge Farjalla

A Serpente, Vestido de Noiva, Viúva Porém Honesta, Os Sete Gatinhos, A Falecida, O Beijo No Asfalto, A Mulher Sem Pecado, Valsa Número 6, Bonitinha Mas Ordinária, Toda Nudez Será Castigada, Perdoa-me Por Me Traíres e Anti-Nelson Rodrigues são as obras que inspiram os curtas.  Os cinco primeiros estão prontos, O Beijo no Asfalto é o próximo ejá está em pré-produção.

Um projeto completamente alternativo que começou com quase nada de recurso, a equipe da Cia Guerreiro se desdobrava para conseguir dinheiro para alugar câmeras. Com o tempo e novos contatos conseguiu o apoio de uma produtora, que hoje cede os recursos necessários para a gravação dos curtas.

Dificuldade nunca foi uma palavra presente no vocabulário do diretor Jorge Farjalla. Ele sempre usou de seu networking (contatos) para realizar suas produções. Muitos dos recursos como figurino, ele já tinha no seu acervo pessoal, e o que ele não tinha ele conseguia com apoio de amigos e pessoas da equipe que sempre entraram nos projetos de corpo e alma.

A ordem dos curtas? “O que vier primeiro na minha cabeça” diz o diretor. “Na verdade sempre que eu estou gravando um curta, já vem o próximo na minha mente, ai eu vou lá e faço”.

A serpente, primeiro curta gravado por Farjalla

Nelson Rodrigues sempre acompanhou a carreira, tanto de ator como de diretor de Farjalla. Ele se formou em em Licenciatura em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Uberlândia  no ano de 2004 e já pesquisava o autor desde que estava na academia. “Eu gosto pois a dramaturgia dele é muito forte e incomoda as pessoas”.

Depois que acabar o projeto do Encurtando o Nelson “a gente começa O Plínio Marcos e eu tenho vontade de fazer também as obras do Lorca, acho que o projeto pode deixar de ser encurtando Nelson e virar Encurtando Plínio, Encurtando Frederico Garcia Lorca, vai encurtando o povo” disse Farjalla rindo.

Os curtas mostram o olhar de Farjalla, com relação às obras de Nelson. O primeiro curta “a serpente” foi levado a festival no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em 2009, mas foi o primeiro e o único. “Ai é que entrou o lançe, não é o curta, é o projeto, e o projeto são todos, por mais que fica na gaveta, nós apresentamos em vários locais do Rio”.

A Falecida, ultima produção concluída

Além disso existe um evento chamado encurtando Nelson, onde os curtas são apresentados para o público e em 2009, quando o primeiro evento foi realizado na Casa da Gávea, foi a estréia dos 7 Gatinhos, além da apresentação dos outros 3 curtas que já estavam prontos. Este ano o evento vai acontecer com a apresentação das quatro produções desse ano. A Falecida, que já está pronto, O Beijo no Asfalto, que está em pré-produção e outros dois que depois o diretor resolve quais serão.

Assim o cinema alternativo acontece, e o Brasil vai evoluindo com a criatividade desse povo que sempre tem o que inventar.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: