Matéria Especial

Conhecendo o país sede da Copa 2010!

Por Luana Freitas

A África do Sul é o primeiro país africano a sediar uma Copa do Mundo de futebol. O esporte é uma paixão nacional desde o século 19, quando os primeiros clubes foram fundados no país.

Os jogos estão sendo realizados em nove cidades da África do Sul. Mais de meio milhão de visitantes são esperados no país!

 

A África do Sul tem pouca tradição no futebol. Em 2002 participou da Copa da Coreia e Japão, sendo eliminada na 1ª fase da competição num grupo em que participavam as seleções da Espanha, Eslovênia e Paraguai. Participou também da Copa de 1998, na França, mas sem grandes resultados.

Para a Copa deste ano, que inciou neste mês de Junho, a África do Sul construiu cinco novos estádios de futebol. É a primeira vez na história do país que a região terá estádios especialmente dedicados ao futebol. Na época do apartheid, os estádios eram construídos exclusivamente para o rúgbi e o críquete. Dos dez estádios, cinco (em Durban, Cidade do Cabo, Porto Elizabeth, Nelspruit e Polokwane) são totalmente novos, um (Soccer City, em Johannesburgo) foi 98% reconstruído e quatro (Ellis Park, em Johannesburgo, e os de Pretória: Bloemfontein, Loftus Versfeld e Rustemburgo) foram reformados.

 

 

Calculou-se que a Copa do Mundo da FIFA 2010 criará por volta de 129.000 empregos, contribuirá com aproximadamente 21 bilhões de rands (moeda do país) para o produto interno bruto (PIB) e gerará outros 7,2 bilhões em impostos, com cerca de 350.000 visitantes, que se espera que gastem cerca de 9,8 bilhões de rands enquanto estiverem no país assistindo a Copa.

Além disso, o país terá a oportunidade de mostrar a sua estrutura e beleza, quebrando muitos preconceitos a respeito da região. E isso seguramente contribuirá para o aumento do turismo.

 

Conheça mais a África do Sul, este país que é considerado a força motriz de todo o continente africano, a economia mais avançada e diversificada, com infra-estruturas a condizer com qualquer outro país do chamado primeiro mundo!

Que línguas falam na África do Sul? Existem 11 línguas oficialmente reconhecidas, grande parte delas naturais da África do Sul. Cerca de 40% da população fala ou isisZulu ou isiXhosa. O inglês é a língua que se fala nas cidades, no comércio, nos bancos, nos departamentos do estado, nos sinais de trânsito e nos documentos oficiais. Os sinais de trânsito e os impressos oficiais são sempre em inglês. O Presidente da República faz os seus discursos em inglês. Em qualquer hotel os recepcionistas, os empregados, os camareiros e os porteiros, todos eles falam inglês. Outra língua principal é o Afrikaans, um derivado do holandês, que para quem viaja do norte da Europa achará facílimo de compreender. 

As maiores cidades da África do Sul: A África do Sul tem duas capitais. Cidade do Cabo, a mais antiga, é a capital legislativa, onde está o Parlamento. Pretória é a capital executiva, onde está o governo. Joanesburgo é o maior centro mineiro de ouro do mundo. A segunda maior cidade é Durban, um porto de mar em crescimento na costa oriental, rota de fornecimento da maior parte dos bens e produtos para o interior.

Câmara Municipal de Pretoria

 

Animais selvagens na África do Sul? Nem precisa ir muito longe. Basta uma hora de carro, saindo da selva das urbes de Pretória ou Joanesburgo, para chegar à outra selva e ver leões, elefantes, búfalos e centenas de outras espécies no seu habitat natural. 

E há ainda outras razões para visitar a África do Sul: praias de areia dourada, alguns do melhores sítios de surf do globo, um cenário espetacular desde montanhas a desertos, ecossistemas que não existem em nenhuma outra parte, uma oportunidade para ver em primeira mão a cultura africana.

Praia Plett Central, na África do Sul

 

 

Em uma coletiva, antes do início da Copa, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, deu sua opinião sobre o país sede deste ano.

 

Leia abaixo algumas informações transmitidas pelo presidente:

 

Sobre a Copa do Mundo da FIFA África do Sul 2010..
Quando assumi a presidência em 1998, o meu grande objetivo era levar a Copa do Mundo da FIFA para a África. Sem a adoção do princípio do rodízio isso nunca teria sido possível. Demorou muito, mas finalmente fizemos justiça ao continente africano por tudo o que ele fez pelo futebol no passado. A Copa do Mundo será um sucesso. No entanto, ninguém pode garantir que tudo correrá perfeitamente. Com a Copa do Mundo da FIFA, queremos deixar um legado à África. O nosso principal foco é o combate à pobreza, ao analfabetismo e também à problemática da saúde. Vamos combater esses fatores através das iniciativas Football for Hope e 20 centros para 2010, além da campanha 1Goal – Educação para Todos”.

Sobre o legado para a África..
A FIFA sozinha não pode deixar legado nenhum. Precisamos do apoio e do empenho dos governos. Há dois anos, nos encontramos com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Inglaterra, Gordon Brown. Eles têm nos apoiado na promoção do ensino e da educação. Os governos desses países se comprometeram a investir um milhão de dólares em escolas e educação. Desde então, muitos outros países se juntaram a nós, como a Espanha, Holanda, Brasil, Bélgica e Alemanha. No entanto, precisamos também da ajuda dos representantes dos países da União Europeia. Estamos estabelecendo as bases, mas o resto do edifício deve ser construído por outras entidades”.

Todo o mundo espera que realmente seja um sucesso, e vamos todos permanecer ligados nos jogos e nas notícias vinda deste belo país!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: