Matéria Especial

Por Gabriela Guimarães

Antes das primeiras civilizações do Egito e da Mesopotâmia, os geólogos perceberam em estudos de pinturas nas cavernas os primeiros trajes da historia humana. Mas apesar de os detalhes das roupas representarem implicações sociais e psicológicas o maior motivo para se cobrir o corpo era o frio europeu.  O homem Sapiens logo percebeu que os animais podiam lhe servir mais do que a carne aproveitando também a sua pele.

Os gregos e os romanos na era de 1200 a.C não possuíam em suas roupas forma em si. Era basicamente composta de tecidos retangulares  de vários tamanhos, drapeados sobre o corpo, sem cortes ou costuras. Como mostra a foto abaixo.    

Roupas que os gregos e romanos usavam na era 1200 a.C. Não tinham cortes ou costuras

Do século I a.C  ao vII,  homens e mulheres usavam  o quíton, que era preso por alfinetes ou broches e usado com um cordão ou cinto em volta da cintura. Partindo para o séc. vIII, os vestidos das mulheres européias eram bem amplos (as saias se abriam para os lados), chegando às vezes medir quatro ou cinco metros. O que era um inconveniente uma vez que era impossível duas damas passarem numa mesma porta ou sentarem num mesmo sofá.

No início do séc. xIx a França e a Inglaterra eram desde então quem ditavam a moda. As roupas nessa época começaram a diminuir, o traje era uma espécie de camisola leve, chegando até os tornozelos, porém extremamente decotada e o xale era peça essencial no guarda – roupa de todas as mulheres daquela época.

Já a moda de 1900 á 1939 entre as mulheres, era ter os bustos bem levantados cujo o efeito se dava pelo uso do espartilho que os projetavam para cima e os quadris para trás, dando uma postura em forma de S, tão característica da época. As rendas e as plumas eram peças bastantes presentes nesse período.

Trajes femininos do período correspondente ao final de1900 a 1939

 

Com o fim da guerra a moda americana passa a influenciar a Europa, pelo motivo que durante a guerra a Inglaterra e os Estados Unidos não podiam se inspirar em Paris. Com isso os Estados Unidos criaram sua própria indústria de moda e o tornou mais independente, servindo de inspiração e influenciando países que antes os influenciavam.

 Na década de 50, Dior considerado o “rei” de paris liderou o alvoroço de novas tendências. Nessa década Paris era sofisticada. As mulheres davam muita  importância a beleza, as sobrancelhas eram arqueadas e escuras, a maquilagem dos ilhós variavam ao marrom forte ao verde jade e o rímel era essencial,assim como peles, cashmere e jóias requintadas eram muito importantes. Na década de 60 a moda passou a realçar as nádegas à medida que o jeans e as calças ficaram mais apertados e todas as malhas eram colantes. Assim como também o culto por um corpo esguio e em boa forma, as caminhadas, as corridas e a preocupação com a saúde viraram moda, ou melhor, tendência, porque perdura até os dias atuais.

Então esse foi um breve histórico de como a moda foi evoluindo e se transformando décadas após décadas, mostrando como as roupas passaram a ficar cada vez menores e o jeans sendo indispensável no mundo da moda. Com ele os maiores estilistas criam de tudo e o tornam peças importantíssimas no guarda roupa da mulher brasileira.

 _________________________________________________________________________________________________

Entrevista com Laís Nascimento

Laís Nascimento é estudante de moda do 6° período ( último) da universidade Estácio de Sá. E nos fala do concurso nacional Dragão Fashion Brasil, no qual participou e criou com uma equipe também formada por alunas no Instituto Zuzu Angel.

– Em que você se inspirou para produzir sua coleção?

R:  As palavras chave da nossa coleção são: Liberdade, Sonho, Realização. Inspirada na corajosa trajetória de Francisco José do Nascimento, a coleção Liberdade: Asa para nossos sonhos utiliza-se da linguagem da moda como forma de expressar o conceito de liberdade genuína, livre de questionamentos, capaz de dar asas aos sonhos e impulsionar as realizações humanas.

 – Quantas peças você e sua equipe apresentaram na coleção?

R: No desfile apresentamos  13 peças formando 7 looks selecionados da coleção composta de 12 looks.

– Ao que remete o estilo da sua produção?

 R: As formas amplas e sinuosas nos remetem às velas embaladas pelos ventos marítimos. Já a assimetria visita a coleção como lembrança de que a vida segue sempre caminhos misteriosos. Os drapeados apresentam de forma crua as cordas e nós que seguram tais velas e permitem que as embarcações alcem ao mar como os sonhadores alçam aos céus em busca de novas aventuras.

– Quais foram os materiais utilizados?

R:  Os tecidos naturais apresentam leveza e textura. Com crepes de seda, cambraia de linho, cambraia de algodão, telas, lona lavada e meia malha de algodão, as criações trazem o mundo onírico às formas como se houvesse ventos que os levassem em boas direções.

– Me fale um pouco das cores que foram usadas

R: Colorida como os sonhos, sempre lúdicos, a coleção apresenta tons de rosa, lilás, cinza, bege, amarelo, verde, laranja e azul, como se o sonhador vislumbrasse um pôr do sol e realizasse suas ilusões a partir dessas cores que, hora em tie dye, remetem à mistura natural desses sonhos tão desejados.

Quais são os seus ídolos no mundo fashion?

R: Bom eu gosto muito do inglês Matthew Williamson, da eterna Gabrielle Coco Chanel que é uma das maiores ícones no mundo da moda e da estilista brasileira Glória Coelho.

– Para fechar nosso bate papo O que é se vestir bem para você?

R: Bom é se vestir de acordo com o que eu vou me sentir bem, confiante, bonita, sem se importar com o que podem pensar ou achar da minha roupa. Eu acho que é assim que a moda nasce a pessoa tem que se sobressair e acima de tudo se sentir bem  com aquilo que veste.

Coleção produzida para o concurso nacional Dragão Fashion Brasil, feitas pela aluna de moda Laís nascimento e sua equipe também formada por alunas do último período do curso de moda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: